Rede Tenis Brasil

Time RTB rumo à Roland Garros

O Rede Tênis Brasil (RTB) é uma instituição sem fins lucrativos que busca transformar a vida de crianças e jovens a partir do tênis e da educação, apresentando a modalidade em escolas públicas, oferecendo aulas gratuitas de tênis e de reforço escolar e capacitando profissionais. Além disso, apoia e investe em tenistas que queiram competir e seguir carreira.

O projeto nasceu como uma evolução do Instituto Tênis, criado em 2002 por empresários e ex-atletas com o compromisso de utilizar o tênis como uma ferramenta para promover valores fundamentais, como disciplina, trabalho em equipe, respeito e resiliência.

Desde 2014, o projeto social já apresentou o tênis para mais de 80 mil jovens em todo o Brasil. Só no ano passado, foram mais de vinte mil atendimentos em escolas públicas, de dez Estados, mais o Distrito Federal, contabilizando 28 cidades das cinco regiões do país.

No alto rendimento, o Time RTB tem a missão de desenvolver, acompanhar e investir em atletas, fornecendo as melhores condições e ferramentas para a equipe competir no circuito nacional e mundial.

Para isso, além do seu time de treinadores e centros de treinamento, o diretor-técnico Léo Azevedo incorporou ao projeto uma equipe multidisciplinar dando todo o suporte aos tenistas, dentro e fora das quadras. Formada por profissionais renomados, nacional e internacionalmente, em suas respectivas funções, na parte técnica atuam o técnico espanhol Jose Higueras, consultor e capacitador técnico; Mark Kovacs, consultor técnico e biomecânico; e Rafael Paciaroni, técnico da Bia e consultor estratégico. A consultoria médica está a cargo dr. Rodrigo Sasson, médico do COB (Comitê Olímpico do Brasil); nutrição esportiva com o nutricionista Filipe Del Marchesato; psicologia com Carla Di Pierro (psicóloga do COB) e equipe; pedagogia com Cecy Azevedo; e programa de College com Gustavo Zanette.

Criado em 2021, o Time RTB conta, desde então, com a paulistana Bia Haddad Maia, número 14 do mundo, como embaixadora da equipe formada por atletas juvenis e/ou em fase de transição para o profissional. Em 2024, o Time RTB é formado por 15 tenistas, entre eles, três já estão garantidos na chave principal de Roland Garros Junior, além de Bia, no profissional.

A paulistana Olivia Carneiro, 17 anos, faz parte do projeto desde os 9 anos de idade, quando ainda era Instituto Tênis. Uma “cria” do centro de treinamento do RTB, em São Paulo. A tenista faz sua terceira participação no Grand Slam para fechar com chave de ouro seu último ano como atleta juvenil. E está de malas prontas para estudar e jogar tênis nos Estados Unidos, a partir de agosto.

A também paulistana Nauhany Silva, carinhosamente conhecida como Naná, recém-completou 14 anos e já vem chamando a atenção do mundo do tênis. Há dois no projeto, também no núcleo de São Paulo, ela cativou o seleto público da Sociedade Harmonia de Tênis, tradicional clube de São Paulo, no início de abril, ao ser campeã do Roland-Garros Junior Series, e ganhar um wild card (convite) para chave de Roland Garros Junior. A agressividade dentro de quadra chamou a atenção de quem entende de tênis. Fora dela, a doçura e timidez ganharam a torcida de todos.

O mesmo caminho percorrido pelo goiano Luis Augusto Miguel, o Guto, de 15 anos, para chegar ao concorrido Grand Slam francês. Ele entrou para o Time RTB há um pouco mais de um ano, quando deixou Goiânia para treinar no núcleo de Brasília, com os técnicos Santos Dumont e Henrique Grangeiro. A potência dos golpes e a agressividade garantiram o título da chave masculina do Roland-Garros Junior Series e o levarão para Paris. Assim como Naná, também chamou a atenção do público pelo tênis apresentado no Harmonia.

Tags :

Compartilhar

Leia também

Tem alguma dúvida?

Entre em quadra com o Rede Tênis Brasil e juntos, vamos mudar o jogo do tênis brasileiro.

Skip to content