Rede Tenis Brasil

Time RTB tem quatro tenistas em Roland Garros

Paris (França) – O Time RTB marcará presença em Roland Garros com a participação de quatro atletas da equipe no segundo Grand Slam da temporada. Luis Augusto Miguel, Nauhany Silva e Olívia Carneiro jogam o torneio juvenil, a partir do dia 2 de junho, enquanto Bia Haddad Maia, embaixadora do projeto, defende a semifinal da chave feminina, com estreia marcada para esta segunda-feira (27) contra a italiana Elisabetta Cocciaretto.

Luis Augusto Miguel, 15 anos, e Nauhany Silva, 14, disputam pela primeira vez o Grand Slam francês. Eles carimbaram o passaporte, em abril passado, quando foram campeões do Roland-Garros Junior Series, disputado em São Paulo, e ganharam o wild card (convite) para jogar a chave principal do Roland Garros Junior, em Paris.

“Eu sempre vou para um torneio pensando no título e em Roland Garros não vai ser diferente. A expectativa é boa, vim para a Europa jogar alguns torneios de Paris para já ir me adaptando. Estou ansioso, mas vou tentar jogar relaxado e impor meu nível de tênis”, contou Guto.

Naná embarca neste sábado para Paris, levando consigo toda a expectativa de jogar pela primeira vez um Grand Slam. “Espero curtir bastante e aproveitar essa experiência única. Acredito que várias pessoas gostariam de estar no meu lugar, então, espero fazer bons jogos. Venho me preparando bem para deixar o meu melhor em quadra”, disse ela.

Olívia Carneiro, 17, já está na Europa e se prepara para a sua terceira participação em Roland Garros para fechar com chave de ouro seu último ano como atleta juvenil. Ela também está de malas prontas para estudar e jogar tênis nos Estados Unidos, a partir de agosto.

Para Léo Azevedo, diretor-técnico do RTB, esta jornada representa uma oportunidade de crescimento para os atletas, tanto dentro quanto fora das quadras. “Para nós, do Rede Tênis Brasil, é motivo de imenso orgulho ver nossos jovens atletas enfrentando os desafios de Roland Garros. E mais do que apenas torcer por resultados positivos – embora isso seja sempre bem-vindo – esperamos que essa experiência inspire mais jovens talentos a perseguirem seus próprios sonhos no tênis e na vida”.

Tags :

Compartilhar

Leia também

Tem alguma dúvida?

Entre em quadra com o Rede Tênis Brasil e juntos, vamos mudar o jogo do tênis brasileiro.

Skip to content